Dreams
segunda-feira, 22 julho 2024
spot_imgspot_img

Crescimento do uso de IA em campanhas eleitorais preocupa TSE para eleições municipais

O uso de inteligência artificial nas campanhas eleitorais está em alta e preocupa o TSE para as próximas eleições municipais. Entenda as medidas adotadas pelo tribunal.

Uso de inteligência artificial cresce em campanhas pelo mundo e acende sinal de alerta no TSE para eleições municipais

Em um ano marcado por eleições que mobilizam grandes contingentes de eleitores em países como Índia, México e Brasil, o uso de inteligência artificial (IA) na política tem se espalhado globalmente. Desde a criação de candidatos fictícios até falsas declarações de apoio, a tecnologia tem sido utilizada para tentar manipular a opinião pública, oferecendo exemplos das situações que os brasileiros podem enfrentar nas urnas em outubro. No entanto, profissionais de campanhas e dirigentes partidários afirmam que é possível usar essas ferramentas de forma benéfica nas disputas municipais. A reportagem é do jornal “O Globo”.

Regras do TSE para uso de IA

Uma resolução aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro estabelece regras para o uso da IA nas campanhas eleitorais, como a obrigatoriedade de identificar o uso da tecnologia em materiais de divulgação e a proibição dos chamados “deepfakes” — técnica que permite substituir o rosto de pessoas em vídeos, por exemplo.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Casos internacionais de deepfake

A tecnologia de deepfake foi utilizada na África do Sul em vídeos que falsamente indicavam o apoio do ex-presidente norte-americano Donald Trump a candidatos no país. A imagem de Trump, ele próprio candidato nos Estados Unidos, também foi manipulada no Paquistão para alegar que ele libertaria o ex-primeiro-ministro Imran Khan da prisão.

Implicações das regras do TSE

Todos esses episódios poderiam ser enquadrados nas regras do TSE, com a possibilidade de cassação da candidatura ou até do mandato dos responsáveis pela divulgação.

Monitoramento do TSE

O tribunal afirma que seus servidores acompanham a utilização da tecnologia em todo o mundo, participando de eventos e workshops internacionais. Em nota, o TSE informou que esse monitoramento é uma prioridade da Corte.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares