Dreams
sábado, 20 julho 2024
spot_imgspot_img

Prefeitura de Salvador vende área verde no Itaigara por quase R$ 6 milhões

Área verde localizada entre o Parque da Cidade e o Hospital Teresa de Lisieux é arrematada em leilão pela Incorpora Brasil. Venda gera polêmica devido ao contexto do processo.

Venda de área verde no Itaigara gera controvérsias

A Prefeitura de Salvador desafetou uma das áreas verdes da cidade, que foi arrematada em leilão na manhã desta segunda-feira (11) por um valor expressivo de R$ 5,851 milhões. O terreno, com mais de 2.800 metros quadrados, está situado na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM), entre o Parque da Cidade e o Hospital Teresa de Lisieux.

A Incorpora Brasil, construtora baiana fundada recentemente em setembro de 2021, foi a responsável pela aquisição do terreno. Esta mesma empresa já havia arrematado outro terreno em Piatã por R$ 1,431 milhão na última sexta-feira.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Segundo informações da Receita Federal, a Incorpora Brasil tem como sócia a Reviver Participações, empresa ligada ao empresário Walter Tannus, presidente do Sindicato dos Donos de Postos de Combustíveis da Bahia (Sindicombustíveis) e proprietário de empresas do setor em Salvador.

A venda da área na Avenida ACM faz parte de uma nova rodada de leilões de 13 dos 40 imóveis desafetados pela gestão municipal, por meio de projeto de lei aprovado pela Câmara de Vereadores em dezembro do ano passado.

A realização do certame durante a semana que antecedeu o carnaval na capital baiana gerou diversas polêmicas, pois ocorreu no dia 5 de fevereiro, na véspera da folia.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares