Dreams
quarta-feira, 24 julho 2024
spot_imgspot_img

PF envia equipe aos EUA para investigar caso de joias de Bolsonaro

A Polícia Federal do Brasil planeja investigação nos EUA sobre as transações de joias associadas ao ex-presidente Jair Bolsonaro e seus aliados.

PF intensifica investigação internacional sobre Joias de Bolsonaro

A Polícia Federal (PF) do Brasil está preparando o envio de uma equipe aos Estados Unidos para investigar transações envolvendo joias associadas ao ex-presidente Jair Bolsonaro, seus familiares e aliados próximos. Esta ação faz parte de um esforço contínuo para apurar as circunstâncias em que essas joias foram adquiridas e potencialmente vendidas.

Colaboração internacional

Em colaboração com o FBI, a polícia federal dos EUA, a PF busca esclarecer detalhes sobre as joias de alto valor enviadas pelo governo da Arábia Saudita e outras recebidas durante o mandato de Bolsonaro. Este esforço conjunto é realizado sob o acordo de Assistência Jurídica Mútua em Assuntos Criminais (Mutual Legal Assistance Treaties).

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Contexto da investigação

As joias, que foram avaliadas em mais de R$ 5,6 milhões pela Receita Federal, foram supostamente parte de uma série de presentes luxuosos recebidos por Bolsonaro durante sua presidência. Investigadores estão particularmente interessados em uma caixa de joias que foi posta à venda em uma loja de luxo em Nova York no início do ano passado.

Implicações Políticas e Legais

A investigação ganha uma dimensão complexa à medida que envolve figuras políticas de alto perfil e transações internacionais. Em agosto do ano passado, tanto Bolsonaro quanto sua esposa Michelle optaram por permanecer em silêncio durante os depoimentos à PF, aconselhados por seus advogados, após questionamentos sobre a competência jurídica para investigar o caso.

Outras frentes de investigação

Além do caso das joias, a PF também está finalizando uma investigação relacionada a uma suposta tentativa de Bolsonaro e aliados de impedir a posse do atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Em março, Bolsonaro foi indiciado em outro caso que apura a falsificação de certificados de vacinas contra a Covid-19, levantando suspeitas de uma tentativa de golpe de Estado.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares