Dreams
sábado, 18 maio 2024
spot_imgspot_img

Bahia sedia conferência internacional sobre concorrência com delegações de 80 países

Descubra os destaques da 23ª Conferência Internacional de Concorrência na Bahia, onde líderes mundiais discutem a defesa da concorrência e a evolução das políticas antitruste.

Bahia recebe evento global sobre defesa da concorrência

A Costa do Sauípe, no Litoral Norte da Bahia, é o palco da 23ª edição da Conferência Anual da International Competition Network (ICN), iniciada nesta quarta-feira. Este importante evento reúne representantes de mais de 80 países para discutir aspectos cruciais da política antitruste e defesa da concorrência global.

Abertura do evento e declarações importantes

Na abertura, Alexandre Cordeiro, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), destacou que esta é a segunda vez que o Brasil hospeda a conferência, sendo a primeira em 2012. Ele enfatizou as evoluções na legislação concorrencial brasileira e a importância de alinhar práticas ao cenário internacional. “A cooperação internacional é essencial para nós, refletindo a essência de nossa conferência”, disse Cordeiro.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Inovações e temas da Conferência

O evento deste ano apresenta várias novidades, incluindo uma sessão sobre a interação entre mercados globais e locais na agricultura, além de uma plenária sobre os desafios da evolução tecnológica em mercados emergentes. Também será discutida a eficácia das comunicações de decisões antitruste ao público.

Contribuições globais e prioridades futuras

Andreas Mundt, presidente da ICN, introduziu tópicos sobre práticas recomendadas em fusões e análises de dados de fusões, destacando o compromisso da ICN em abordar questões prioritárias como os mercados digitais. “Vamos intensificar os esforços de advocacy, promovendo a competitividade, que é fundamental para o bem-estar econômico dos cidadãos”, afirmou Mundt.

Intersecção com o direito trabalhista

Douglas Alencar Rodrigues, ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), também participou, elucidando a relação entre direito concorrencial e trabalhista no Brasil, mostrando como ambas as áreas são fundamentais para a integridade e funcionalidade dos mercados e direitos trabalhistas.

COMPARTILHE ESTE POST:

Marina Carvalho
Marina Carvalho
Jornalista dinâmica especializada em multimídia e narrativa digital, com 10 anos de carreira. Liderou projetos de jornalismo móvel, trazendo inovação e interatividade para a cobertura de notícias.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares