Dreams
segunda-feira, 22 julho 2024
spot_imgspot_img

Rui Costa atribui ao Congresso responsabilidade por cortes em universidades

A situação orçamentária atual das universidades federais e outras áreas sociais importantes evidencia a necessidade de um diálogo mais amplo e colaborativo entre os poderes Executivo e Legislativo. A comunidade acadêmica e a sociedade civil são encorajadas a participar ativamente das discussões sobre financiamento da educação, garantindo que as prioridades nacionais reflitam o valor atribuído ao conhecimento e à formação superior.

Rui Costa nega culpa do Governo Federal em cortes universitários

Durante a inauguração do Hospital Ortopédico do Estado, em Salvador, o ministro da Casa Civil, Rui Costa (PT), esclareceu que o Governo Federal não é responsável pelos cortes nos investimentos das universidades federais, apontando que a responsabilidade recai sobre o Congresso Nacional.

Processo orçamentário e papel do Congresso

Rui Costa destacou o processo pelo qual o Orçamento é elaborado pelo Executivo e, posteriormente, modificado pelo Parlamento. Segundo o ministro, o Ministério da Educação (MEC) não propôs nenhum corte para as universidades na proposta inicial. “O Executivo enviou o projeto, no mínimo, com os recursos do ano anterior”, afirmou, sublinhando que as reduções orçamentárias vieram durante a definição das prioridades pelo Congresso Nacional.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Impacto dos cortes na UFBA e outras áreas

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) anunciou recentemente um corte de R$ 13 milhões em seu orçamento, levantando preocupações entre professores e estudantes. Além da educação, outras áreas também sofreram reduções, como o Vale Gás, exemplificando as consequências da decisão do Congresso sobre o Orçamento.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares