Dreams
domingo, 21 julho 2024
spot_imgspot_img

Guia prático para declarar investimentos no Imposto de Renda 2024

Descubra os passos essenciais para declarar corretamente seus investimentos no IRPF 2024, incluindo os ativos isentos e tributáveis.

Como declarar investimentos no imposto de renda 2024

Declarar investimentos no Imposto de Renda exige atenção às particularidades de cada tipo de ativo. Para esclarecer dúvidas frequentes, conversamos com Ricardo Jesus, especialista na área de contabilidade, que compartilha dicas valiosas para a declaração correta de seus investimentos.

Investimentos obrigatórios na declaração

A maioria dos investimentos deve ser declarada no Imposto de Renda, com algumas exceções. Não é necessário declarar saldos de contas correntes e aplicações financeiras inferiores a R$ 140,00, bens móveis abaixo de R$ 5.000,00, e ações ou quotas de empresas com valor de aquisição menor que R$ 1.000,00. Todos os demais ativos precisam ser incluídos na declaração.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Isenções e tributações em investimentos

Alguns investimentos são isentos de IR, incluindo a poupança, LCI, LCA, CRI, CRA, debêntures incentivadas e os rendimentos de fundos imobiliários. Por outro lado, o lucro na venda de quotas de fundos de investimento imobiliário é tributado em 20%.

Documentação necessária

Para declarar seus investimentos, é essencial contar com os informes de rendimentos fornecidos pelas instituições financeiras e as notas de corretagem para ações e quotas de fundos de investimentos imobiliários.

Códigos importantes na ficha de bens e direitos

Utilizar os códigos corretos na ficha de “Bens e Direitos” é crucial. Cada código identifica um grupo específico de aplicação/investimento, associado ao seu respectivo tratamento fiscal, seja como rendimento isento ou tributado exclusivamente na fonte.

Consequências do atraso na entrega

Atrasar a entrega da declaração do IRPF 2024 pode resultar em multa, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% sobre o valor do imposto devido. O cálculo do imposto devido considera os rendimentos tributáveis, deduções legais e as alíquotas correspondentes.

Preparação e organização

A preparação e organização adequadas são fundamentais para uma declaração de Imposto de Renda sem erros. Revise sua documentação, utilize os códigos corretos e não deixe para a última hora. Seguir estas orientações pode facilitar o processo e evitar complicações futuras.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares