Dreams
domingo, 14 julho 2024
spot_imgspot_img

Governo busca diálogo com Congresso sobre veto a emendas e orçamento de 2024

Após veto de R$ 5,6 bilhões em emendas, governo Lula trabalha para adiar discussão no Congresso até análise orçamentária de março.

Governo Lula e o Desafio das Emendas Vetadas no Orçamento

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em negociações com membros do Congresso para postergar qualquer decisão sobre a possível recomposição de R$ 5,6 bilhões em emendas de comissão vetadas no Orçamento de 2024. A tentativa de convencimento visa aguardar a primeira avaliação de receitas e despesas prevista para 22 de março.

Contexto do Veto Presidencial

A medida, que gerou descontentamento entre senadores e deputados, incluindo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), busca recompor fundos para programas prioritários do governo, como Auxílio Gás, Farmácia Popular e bolsas de ensino superior, afetados por cortes anteriores.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Espera por Dados Orçamentários

O Executivo argumenta a necessidade de aguardar a publicação do documento orçamentário de março para uma análise precisa sobre a arrecadação do ano e a viabilidade de desbloquear os recursos vetados, sem comprometer a meta de déficit zero estipulada pelo ministro Fernando Haddad (Fazenda).

Impacto do Veto e Estratégias Governamentais

Apesar do veto, o Orçamento de 2024 ainda reserva cerca de R$ 47,5 bilhões para emendas parlamentares, um montante recorde, especialmente relevante em ano eleitoral. O governo busca evitar um confronto direto no Congresso que poderia forçar a reincorporação dos valores vetados, prejudicando a alocação de recursos em áreas consideradas essenciais.

Perspectivas e Desafios

A situação impõe um cenário desafiador para o governo, que além de buscar meios para evitar cortes orçamentários, explora fontes adicionais de receita para manter o equilíbrio fiscal. A decisão sobre as emendas e a gestão do novo arcabouço fiscal serão cruciais nos próximos meses, com implicações diretas para a execução de políticas públicas e investimentos em infraestrutura e serviços essenciais.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares