Dreams
sábado, 25 maio 2024
spot_imgspot_img

Ministra Nísia Trindade anuncia planos para universalizar o Samu até 2026

Nísia Trindade, ministra da Saúde, destaca os esforços do governo para expandir o acesso ao Samu em todo o Brasil até 2026, marcando os 20 anos do serviço.

Expansão do Samu: Meta do Governo para 2026

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciou o compromisso do governo em universalizar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até 2026. Em comemoração aos 20 anos do serviço, a ministra utilizou suas redes sociais para reforçar a importância do Samu como um serviço essencial para a saúde pública e para o respeito à vida.

Comemoração dos 20 Anos do Samu

Durante sua declaração, Nísia Trindade lembrou que o Samu foi uma criação do primeiro mandato do presidente Luís Inácio Lula da Silva e destacou o papel vital dos profissionais de saúde e socorristas que contribuem diariamente para o sucesso do serviço. “Parabéns aos profissionais de saúde e socorristas que ajudaram a escrever e seguem escrevendo a história do Samu, um serviço básico para o respeito à vida e a universalização do cuidado!”, disse a ministra.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Planos de Expansão e Financiamento

A universalização do Samu faz parte do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que prevê investimentos para promover o desenvolvimento econômico e a inclusão social. O plano inclui um aporte de R$ 31,5 bilhões até 2026, que será destinado à expansão de serviços essenciais como o Samu, além da construção de novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), maternidades, policlínicas, centros de atenção psicossocial (Caps) e unidades odontológicas.

Renovação da Frota e Melhoria do Serviço

Nísia também mencionou que o custeio do Samu aumentou 30% no último ano, permitindo a renovação da frota em diversos municípios. “Com a primeira etapa do PAC neste ano, serão 537 novas ambulâncias e 14 novas Centrais. Com essa etapa, vamos passar de 90% de cobertura”, explicou a ministra. Essa expansão é crucial para melhorar a eficiência e a capacidade de resposta do Samu em todo o país.

Desafios e Estudos Relevantes

Apesar dos avanços, estudos apontam para desafios significativos na oferta do serviço em nível nacional. Pesquisas da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) destacam as desigualdades na distribuição de recursos e as condições de trabalho dos profissionais, especialmente durante a pandemia de covid-19, que expuseram riscos críticos de adoecimento.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares