Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

Beber isso três vezes ao dia pode ser o segredo para um envelhecimento mais lento, revela estudo

Um estudo chinês publicado pela The Lancet Regional Health, revela o segredo que pode ajudar a retardar o envelhecimento, graças aos polifenóis e antioxidantes.

O poder do chá no combate ao envelhecimento, segundo a ciência

Descobertas recentes sobre o chá

Pesquisadores chineses publicaram na renomada revista “The Lancet Regional Health” um estudo que ilumina o papel do chá como um potencial retardador do envelhecimento. Segundo a pesquisa, pessoas que ingerem três xícaras de chá diariamente podem ver uma desaceleração no processo de envelhecimento.

Como o chá atua no organismo?

O foco do estudo esteve nos polifenóis e antioxidantes presentes no chá preto e verde, conhecidos por seus benefícios à saúde. Essas substâncias podem minimizar os danos celulares e melhorar a função dos órgãos, contribuindo para um envelhecimento mais saudável.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Benefícios confirmados do consumo regular

Os benefícios mais significativos foram observados em indivíduos que mantêm o consumo de chá como parte de sua rotina diária, embora a pesquisa sugira que novos adeptos também possam colher melhorias na saúde ao começar a ingerir a bebida regularmente.

O que torna o chá especial?

Além dos já mencionados polifenóis, o chá é rico em outras substâncias bioativas como a teanina e a cafeína, que têm um papel crucial na prevenção de doenças, incluindo alguns tipos de câncer e doenças neurodegenerativas. Yi Xiang, da Universidade de Sichuan, enfatiza a importância dos polifenóis na modulação da microbiota intestinal, afetando positivamente a imunidade, o metabolismo e as funções cognitivas relacionadas à idade.

Metodologia e resultados do estudo

Para a análise, dados de 5.998 adultos no Reino Unido e 7.931 na China foram utilizados, considerando a quantidade e variedade de chá consumido, incluindo o verde, o oolong e o preto. Os cientistas avaliaram o envelhecimento biológico dos participantes através de exames sanguíneos que identificam alterações no DNA.

Pesquisas futuras e considerações

Embora os resultados do estudo sejam promissores, os autores destacam a necessidade de mais pesquisas para consolidar essas descobertas. É importante considerar que outros fatores, como dieta e estilo de vida dos participantes, podem influenciar os resultados observados. Estudos futuros deverão explorar se o consumo de diferentes tipos de chá pode oferecer benefícios semelhantes, ampliando o entendimento sobre a relação entre chá e envelhecimento saudável.

Artigo escrito com base nos resultados publicados pelo The Sun.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS