Dreams
quarta-feira, 24 julho 2024
spot_imgspot_img

Câncer de Pênis: Sintomas e como evitar a amputação do órgão

Descubra os sintomas do câncer de pênis e como a higiene e prevenção adequadas podem evitar a amputação.

Prevenção e sintomas do câncer de pênis

O panorama do câncer de pênis no Brasil

O câncer de pênis, que corresponde a 2% de todos os cânceres masculinos no país, resultou em mais de 6 mil amputações e quase 4.600 óbitos entre 2011 e 2021. O diagnóstico precoce é essencial para evitar a progressão da doença.

Principais causas e fatores de risco

  • Má higiene íntima, que pode levar à proliferação de bactérias e infecções na região;
  • Infecção pelo pipolmavírus humano (HPV);
  • Homens que não se submeteram à circuncisão, a remoção do prepúcio, pele que reveste a glande – a “cabeça” do pênis têm maior predisposição à doença;
  • Tabagismo;
  • Inflamações crônicas no pênis;
  • Baixas condições socioeconômicas e/ou de instrução.

Quais são os sintomas do câncer de pênis?

  • Lesão na região genital que causa coceira, queimação e odor;
  • Feridas indolores no pênis ou na glande;
  • Tumoração na pele que cobre a cabeça do pênis;
  • Inchaço na glande;
  • Alterações na cor ou textura da pele;
  • Secreção branca (esmegma);
  • Aumento anormal do tecido da cabeça do pênis;
  • Presença de ínguas na virilha e/ou nódulos, que podem indicar metástase;
  • Dor ou desconforto.

Diagnóstico e tratamento

A biópsia da lesão suspeita é fundamental para o diagnóstico, com tratamentos variando de medicações tópicas a cirurgias, radioterapia e, em casos avançados, quimioterapia.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Como evitar a amputação do pênis e prevenir a doença?

Uma higiene correta do pênis todos os dias pode evitar a doença. A higiene deve ser realizada sempre após as relações sexuais e diariamente, lavando com água e sabão. Evitar o tabagismo, usar preservativo, realizar o tratamento da fimose, e se vacinar contra o vírus HPV são medidas importantes. A orientação é realizar exames regulares e procurar atendimento médico imediatamente ao identificar qualquer alteração, pois o diagnóstico precoce pode evitar tratamentos mais agressivos e a necessidade de amputação.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares