Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

Bolsonaro e PL planejam lançar Michelle, Flávio e Eduardo ao Senado em 2026

Jair Bolsonaro e o Partido Liberal (PL) preparam candidatura da família ao Senado em 2026, incluindo Michelle, Flávio e Eduardo Bolsonaro. Saiba mais sobre os planos políticos da família Bolsonaro.

Bolsonaro e PL planejam lançar Michelle, Flávio e Eduardo ao Senado em 2026

Jair Bolsonaro (PL) e o Partido Liberal (PL) devem lançar praticamente toda a família do ex-presidente para concorrer ao Senado nas eleições de 2026.

Flávio Bolsonaro para Reeleição no Rio de Janeiro

Filho mais velho do ex-presidente, Flávio Bolsonaro (PL-RJ) completará oito anos de mandato em 2026 e concorrerá à reeleição pelo Rio de Janeiro. Sua campanha deverá capitalizar a base de apoio que construiu ao longo de seu mandato, consolidando sua posição no estado.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Michelle Bolsonaro como Candidata pelo Distrito Federal

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro deve concorrer ao cargo de senadora pelo Distrito Federal (DF), onde também pode apoiar a eleição do atual governador Ibaneis Rocha. Reeleito em 2022, Ibaneis não pode concorrer novamente ao cargo que hoje ocupa.

Michelle já foi incluída em pesquisas do próprio PL que sondava seu potencial para ser candidata à Presidência da República. Os resultados foram considerados animadores, mas atualmente Bolsonaro apoia a candidatura de Tarcísio de Freitas (Republicanos) para a disputa presidencial contra Lula (PT) em 2026.

Eduardo Bolsonaro por São Paulo

A candidatura do deputado federal Eduardo Bolsonaro, o filho 03 do ex-mandatário, para o Senado por São Paulo também é tida como certa. O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou no fim de semana que Eduardo será “o candidato mais votado da história do Brasil” caso dispute o cargo, uma visão que parece ser compartilhada por Bolsonaro.

Carlos Bolsonaro Cotado para Santa Catarina ou Mato Grosso

A situação de Carlos Bolsonaro, que hoje é vereador no Rio de Janeiro, ainda não está totalmente definida. De acordo com parlamentares próximos ao ex-presidente, Carlos pode concorrer ao Senado, mas não pelo Rio de Janeiro para evitar dividir votos com seu irmão Flávio. Estados como Santa Catarina e Mato Grosso são considerados os mais favoráveis para sua candidatura devido ao forte apoio bolsonarista nessas regiões.

Em 2022, o ex-presidente teve 69,3% dos votos em Santa Catarina, contra 30,7% de Lula. Em Mato Grosso, Bolsonaro teve 65%, contra 35% do petista. Carlos teria que mudar seu domicílio eleitoral do Rio de Janeiro para o estado escolhido para concorrer ao cargo.

Conclusão

Com essas movimentações, Jair Bolsonaro e o PL buscam consolidar a influência política da família em diferentes estados do Brasil, garantindo uma forte presença no Senado Federal. A estratégia evidencia a intenção de manter o bolsonarismo como uma força política significativa no cenário nacional.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares