Dreams
sábado, 13 julho 2024
spot_imgspot_img

Temporal deixa desalojados, causa alagamentos e derruba árvores em Salvador e no interior da Bahia

A chuva forte que atingiu a Bahia na terça-feira (23) resultou em diversos transtornos, incluindo alagamentos, queda de árvores e desalojamentos em diferentes regiões do estado. Em Salvador, ruas foram inundadas, uma casa foi destelhada, e uma árvore caiu no bairro do Rio Vermelho, atingindo a fiação elétrica. Uma manicure, Larissa Gonçalves, teve que buscar abrigo na casa de parentes devido ao destelhamento de sua residência.

Temporal

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Apesar do volume significativo de chuva, a Defesa Civil de Salvador não registrou casos graves, mas mantém alerta para chuvas intensas nos próximos dias. O Centro de Monitoramento de Alerta e Alarme da Defesa Civil prevê céu nublado com chuvas fracas a moderadas até sábado (27), com riscos de alagamentos e deslizamentos de terra. Essa condição meteorológica é atribuída à atuação de um sistema de baixa pressão associado a uma frente fria.

A situação deve começar a se normalizar a partir de domingo (28), quando uma massa de ar quente e seca deve reduzir a nebulosidade e a ocorrência de chuvas na região.

Chuva no interior do estado

Ilhéus: Ilhéus, no sul da Bahia, foi a segunda cidade do Brasil em volume de chuvas na terça-feira, registrando 240 mm nas últimas 48 horas, de acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). Na cidade, 48 pessoas ficaram desalojadas, 16 imóveis foram parcialmente destruídos ou danificados, mas felizmente, não houve feridos. Ruas foram alagadas, e deslizamentos de terra foram registrados.

Ilhéus

Euclides da Cunha: Em Euclides da Cunha, a cerca de 300 km de Salvador, os moradores, que enfrentavam um período de estiagem, enfrentaram alagamentos causados pela chuva. O nível do rio da cidade subiu, causando transtornos.

Quijingue: O nível do rio na cidade de Quijingue, a 322 km da capital, também subiu significativamente, afetando a estrada que liga o município a Cansanção. Vídeos feitos por moradores mostraram a força da correnteza.

Quijingue

Uauá: Em Uauá, no norte do estado, ruas se transformaram em rios e ficaram completamente alagadas após o temporal.

Uauá

Jaguaquara: Em Jaguaquara, no sudoeste da Bahia, foram registrados 65,8 mm de chuva na terça-feira. Moradores relataram que várias ruas ficaram alagadas, e comerciantes interromperam as vendas durante a tarde.

Tanhaçu: Na cidade de Tanhaçu, também no sudoeste do estado, moradores tiveram casas invadidas pela água da chuva.

Rio de Contas: O município de Rio de Contas registrou um volume de 40 mm nas últimas 24 horas. O nível do rio Brumado subiu consideravelmente, e a Cachoeira do Fraga, um dos cartões postais da cidade, teve a vazão aumentada.

Rio de Contas

Vitória da Conquista: Em Vitória da Conquista, a terceira maior cidade da Bahia, estradas ficaram intransitáveis após as chuvas, dificultando o transporte de pacientes por funcionários de unidades de saúde.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares