Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

Baiana de acarajé morre durante jogo do Vitória no Barradão

Iracema Aragão, baiana de acarajé com mais de 30 anos de trabalho no Barradão, faleceu durante a partida entre Vitória e Atlético-MG. Saiba mais sobre o ocorrido.

Baiana morre dentro do Barradão em jogo do Vitória contra Atlético-MG

Iracema Aragão, de 65 anos, faleceu na noite desta quinta-feira (20) dentro do estádio Manoel Barradas, o Barradão, durante a partida entre o Vitória e o Atlético Mineiro, pela Série A do Brasileirão. Iracema trabalhava como baiana de acarajé no Barradão há mais de 30 anos e tinha mais de quatro décadas na profissão.

Detalhes do ocorrido

O óbito foi confirmado por Adriana Brito, amiga e também baiana de acarajé. Adriana estava trabalhando no estádio quando tudo aconteceu. Segundo ela, Iracema estava com marcapasso e passou mal no estádio. A baiana foi atendida pela ambulância da Vitalmed e depois encaminhada para uma ambulância do Samu, mas não resistiu.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

“Ainda não temos o laudo oficial, mas ela começou a ter um mal súbito e morreu. A gente crê que ela teve uma parada cardíaca, porque ela tinha feito uma cirurgia no coração e usava marcapasso. Ontem ela foi para uma consulta e a médica falou que o marcapasso tinha saído do lugar, que ela estava com uma veia entupida e que o coração estava batendo bem fraco. Ela tinha outra consulta para ir amanhã e tinha que repousar. Mas ela era muito teimosa e veio trabalhar. Chegou aqui ela passou mal no próprio tabuleiro. Uma ambulância de plano particular socorreu e depois ela foi para uma do Samu, mas já chegou na segunda sem vida”, contou Adriana.

Homenagens e reações

Iracema completaria 66 anos em julho e deixou quatro filhos. Procurada, a assessoria do Esporte Clube Vitória ainda não se posicionou sobre o ocorrido. A direção da Associação Nacional das Baianas de Acarajé (ABAM) lamentou a morte de Iracema.

baiana morre Barradão

Impacto na comunidade

A morte de Iracema Aragão foi um golpe para a comunidade do Barradão e para todos que frequentavam o estádio. Conhecida pela dedicação e simpatia, ela era uma figura querida e respeitada por todos. Sua partida deixa uma lacuna imensa entre os colegas e clientes que sempre a procuravam para saborear seu acarajé.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares