Dreams
domingo, 14 julho 2024
spot_imgspot_img

Airbnb atualiza políticas e proíbe câmeras em hospedagens

Airbnb anuncia proibição de câmeras nas hospedagens para proteger a privacidade dos hóspedes e estabelece novas diretrizes para anfitriões.

Airbnb proíbe instalação de câmeras em hospedagens

A plataforma Airbnb, líder em aluguel por temporada, anunciou em março uma série de mudanças em suas políticas, proibindo expressamente a instalação de câmeras em espaços internos das hospedagens listadas. Esta decisão surge como uma medida de proteção à privacidade dos hóspedes, após relatos de câmeras ocultas encontradas por hóspedes em diferentes locais.

Incidentes levam à mudança de política

Casos como o de um casal paulista que descobriu uma câmera escondida durante uma estadia em Porto de Galinhas e outro casal em Copacabana chamaram a atenção para a questão da vigilância não autorizada em hospedagens.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Clarificação e novas diretrizes

Segundo o Airbnb, as novas regras, que entrarão em vigor no final de abril, visam clarificar as políticas e garantir maior transparência para a comunidade. Anteriormente, a plataforma exigia apenas a divulgação da presença de câmeras nos anúncios. Agora, também será necessário informar sobre câmeras externas e sua localização.

A privacidade no centro das atenções

Especialistas em direito imobiliário, como a advogada Taylane Nunes, enfatizam que a privacidade dos hóspedes, mesmo em áreas comuns, deve ser respeitada. Com as novas regras, equipamentos como babás eletrônicas e campainhas inteligentes também serão proibidos nos espaços internos.

Reação dos anfitriões às mudanças

Anfitriões e administradores de imóveis já começam a se adaptar às novas diretrizes, removendo câmeras internas e atualizando as informações nos anúncios. Alguns, como André Mota, fundador da Alugue Temporada Salvador, tiveram que adaptar a gestão de suas propriedades e informar sobre a presença de câmeras em áreas comuns dos condomínios.

Adaptação e conformidade

Empresas como a 535 Homes planejam incluir cláusulas específicas em contratos com proprietários para assegurar a adesão às novas políticas e manter a confiança de clientes e hóspedes.

Consequências do descumprimento

Além das possíveis penalidades administrativas impostas pelo Airbnb, o advogado criminalista Anderson Patrocínio lembra que a instalação de câmeras pode acarretar responsabilidades criminais, especialmente se houver registro e divulgação de cenas íntimas sem consentimento.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares