Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

‘Milícia armada’: PMs na Bahia são investigados por assassinato de indígenas Pataxó

PMs suspeitos de formar milícia armada e cometer assassinatos de indígenas Pataxó no sul da Bahia estão sob investigação.

No sul da Bahia, pelo menos cinco policiais militares estão sendo investigados por envolvimento em uma série de assassinatos de indígenas Pataxó nos últimos dois anos. Autoridades descrevem a existência de “uma milícia armada composta por policiais militares” responsável pelos crimes.

Crimes contra a comunidade Pataxó

Os agentes, acusados de atuar como seguranças privados de fazendeiros, são suspeitos de assassinar três indígenas: um jovem em setembro de 2022 e outros dois em janeiro de 2023. A morte da pajé Maria de Fátima Muniz, conhecida como Nega Pataxó, em 21 de janeiro, intensificou as demandas por justiça.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Denúncias e investigações em curso

Três PMs já foram denunciados pela morte de Gustavo Pataxó, de 14 anos, e se tornaram réus na Justiça Federal. Outros dois policiais estão sob investigação, com um deles já reformado. Apesar das prisões, ainda não houve acusações formais contra eles.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares