Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

Conjunto Eólico Serra do Assuruá celebra Semana do Meio Ambiente com ações educativas

O Conjunto Eólico Serra do Assuruá, da ENGIE Brasil Energia, celebrou a Semana Mundial do Meio Ambiente com atividades educativas em Gentio do Ouro, incluindo exposições, palestras e doação de mudas.

Conjunto Eólico Serra do Assuruá celebra a Semana Mundial do Meio Ambiente com ações educativas em Gentio do Ouro

Atividades como exposição, tour virtual, palestras, doação de sementes e mudas de plantas nativas contaram com a participação de mais de 1,3 mil pessoas. Entre os dias 3 e 7 de junho, a ENGIE Brasil Energia, por meio do Conjunto Eólico Serra do Assuruá, em Gentio do Ouro (BA), realizou diversas atividades alusivas ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado globalmente em 5 de junho.

Participação da comunidade

Nos cinco dias de atividades, cerca de 1,3 mil pessoas prestigiaram as ações da Semana do Meio Ambiente promovida pelo Conjunto Eólico Serra do Assuruá. O Colégio Municipal de Gentio do Ouro (CEMGO) abrigou as exposições, minipalestras, tour virtual e experiências sensoriais. Outras escolas participaram da programação levando os estudantes até o local, como os colégios Luís Viana e César Borges. As escolas rurais das comunidades tradicionais de Fundo e Fecho de Pasto de Tiririca e de São Francisco também se fizeram presentes. Para contemplar o público infantil, a Creche Maria da Glória levou para a visita crianças de 1 a 5 anos. No último dia, a programação esteve integrada à feira da cidade e ofereceu à comunidade atividades ao ar livre, como a exposição, o tour virtual e a doação de sementes e mudas nativas.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Atividades promovidas

Promovidas pelas áreas socioambientais de campo e pela equipe de meio ambiente, envolvendo as empresas prestadoras de serviços ao empreendimento – como a ERD Consultoria Ambiental, Prima Ambiental, Cortez Engenharia, SIMM Soluções e Vestas – as atividades reafirmaram a missão institucional da ENGIE com o patrimônio ambiental. Para colaborar com a aprendizagem dos alunos, as diversas ações contaram com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e do Meio Ambiente de Gentio do Ouro (BA).

Declaração do diretor de implantação

Paulo Muller, diretor de implantação do Conjunto Eólico Serra do Assuruá, comentou sobre a importância da sustentabilidade: “A Semana do Meio Ambiente oportuniza que possamos refletir sobre nossa responsabilidade nas ações de preservação do planeta. A ENGIE, ao planejar estas atividades para e com a comunidade, reafirma o seu compromisso com a energia verde e com as melhores práticas sustentáveis para o nosso desenvolvimento. Não menos importante, presta contas à população sobre as inúmeras ações realizadas da nossa gestão ambiental e do investimento social privado em projetos ambientais já iniciados, como a recuperação de nascentes, que vão beneficiar gerações futuras de Gentio do Ouro”, disse Paulo.

Experiência sensorial e educação ecológica

Sob o acompanhamento de biólogos do empreendimento, as experiências sensoriais que estimulavam o conhecimento dos répteis foram um dos pontos altos da programação. Os participantes puderam interagir, tocar e pegar alguns animais expostos, como cobras e lagartos, que foram resgatados sem vida na região pela Prima Ambiental e servem para estudos e atividades de conscientização. Em ambiente controlado, puderam sentir a textura, observar as características e riscos, além de aprender sobre a importância dessas espécies para o meio ambiente.

Real e virtual na Semana do Meio Ambiente

Além da visita aos painéis sobre fauna, flora e arqueologia, exibição de vídeos e minipalestras, visando promover uma educação imersiva, a tecnologia educacional também se fez presente. Apostando na inovação, a ENGIE fomentou que os participantes pudessem conhecer o Conjunto Eólico Serra do Assuruá por meio da visita guiada pelo Tour Virtual, uma tecnologia que utiliza óculos de realidade virtual para visualizar o parque eólico, permitindo conhecer e explorar o avanço da obra e das atividades socioambientais implementadas.

Semeando e plantando o futuro

Durante a Semana do Meio Ambiente, a ENGIE doou 1,7 mil mudas e 4 mil sementes de plantas nativas da Caatinga Brasileira. Entre as espécies, foram distribuídas algumas conhecidas popularmente como umburana de cheiro, aroeira vermelha, jatobá, angico vermelho, barriguda, e ipês. Uma das principais características dos projetos de implantação da ENGIE, que tem continuidade na operação dos ativos, é o contato contínuo e próximo das comunidades vizinhas. O Conjunto Eólico Serra do Assuruá instalou na comunidade rural de São Domingos dos Franca um viveiro com área aproximada de 500m² e capacidade para produção de cerca de 300 mil mudas de espécies nativas, que serão plantadas durante toda a fase de implantação do parque.

Investimento social privado – Recuperação de nascentes

A ENGIE Brasil Energia, maior empresa privada de geração de energia 100% renovável do país, realiza investimentos privados em projetos socioambientais que beneficiam diretamente a população local. Na zona rural, na Comunidade Remanescente Quilombola Pacheco, a ENGIE está investindo na recuperação de duas nascentes, por meio da implantação do SAF (Sistema Agroflorestal). Seca há mais de dez anos, as nascentes de Pacheco, que em tempos áureos abastecia toda a comunidade de Gentio do Ouro, estão sendo acompanhadas por uma equipe profissional multidisciplinar, que segue no projeto de limpeza e plantio de espécies nativas para que, ao se regenerarem, voltem a jorrar água. Após a recuperação, o projeto de longa duração ainda vai contemplar a distribuição de água por meio de bombas com painéis solares para servir a toda a comunidade. O valor investido neste projeto ambiental é de R$ 400 mil.

A ENGIE na Bahia

Na Bahia, a companhia opera comercialmente os Conjuntos Eólicos Umburanas, Campo Largo 1 e Campo Largo 2, nas cidades de Sento Sé e Umburanas, que juntos ultrapassam 1 GW de potência instalada. A autorização para operação desses parques eólicos é válida até 2054. Em Gentio do Ouro, a empresa está implantando seu quarto Conjunto Eólico no estado. Em 2024, a ENGIE inicia a fase de implantação da Linha de Transmissão denominada Asa Branca. Arrematada em leilão, com investimento de R$ 2,7 bilhões, o empreendimento irá percorrer aproximadamente 1.000 km pelos estados da Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo e irá contemplar a ampliação de cinco subestações já existentes.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares