Dreams
segunda-feira, 22 julho 2024
spot_imgspot_img

Programa Bahia Sem Fome: Edital de R$ 225 milhões para agricultores familiares

Descubra como o governo da Bahia planeja investir R$ 225 milhões para apoiar mais de 20 mil famílias de agricultores familiares através do Programa Bahia Sem Fome.

Investimento estatal de R$ 225 milhões visa apoiar agricultores familiares na Bahia através do Programa Bahia sem Fome

O governo da Bahia, em colaboração com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), anunciou a abertura de um edital significativo destinado ao apoio dos agricultores familiares. Este projeto faz parte do Programa Bahia Sem Fome e pretende alcançar diretamente 20.510 famílias em vulnerabilidade no estado.

Detalhes do edital de chamada pública

Conforme revelado pelo documento de chamamento, o foco deste programa é fortalecer a segurança alimentar nutricional e hídrica, promovendo a produção de alimentos saudáveis em unidades produtivas familiares. O governo está empenhado em distribuir os recursos de forma equitativa através de 27 núcleos, que são divisões regionais destinadas a facilitar a implementação das ações.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Procedimentos e financiamento do projeto

A execução do projeto será realizada ao longo de quatro anos, com o montante total da chamada pública distribuído entre os núcleos. O valor de cada contrato será determinado com base no valor médio por família por ano, e os pagamentos serão calculados multiplicando o número de atividades efetivamente realizadas pelo custo unitário de cada atividade.

Publicação de resultados e impacto esperado

Os resultados deste edital serão publicados no site oficial da SDR e no Diário Oficial do Estado da Bahia dentro de 30 dias úteis após o término do recebimento das propostas técnicas. O principal objetivo deste investimento é melhorar a renda e a qualidade de vida das famílias rurais na Bahia, através do aprimoramento dos sistemas de produção e do acesso a recursos e serviços.

Parcerias institucionais e apoio governamental

O programa conta com o apoio da Coordenação Geral de Assistência Técnica e Extensão Rural (CGATER), o Departamento de Integração e Mobilidade Social (DIMS), e a Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo (SMC). Essas entidades trabalham juntas para estabelecer parcerias institucionais e promover o desenvolvimento sustentável no setor agrícola.

COMPARTILHE ESTE POST:

Marina Carvalho
Marina Carvalho
Jornalista dinâmica especializada em multimídia e narrativa digital, com 10 anos de carreira. Liderou projetos de jornalismo móvel, trazendo inovação e interatividade para a cobertura de notícias.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares