Dreams
sexta-feira, 21 junho 2024
spot_imgspot_img

ACM Neto critica comparação de violência na Bahia com Europa feita por Governador Jerônimo

Após comparação feita pelo governador da Bahia sobre violência estadual com a da Europa, ACM Neto rebate e destaca diferenças alarmantes.

ACM Neto questiona comparação de violência na Bahia com Europa por Governador Jerônimo

Em um debate acalorado sobre segurança pública, ACM Neto, vice-presidente do União Brasil, criticou as recentes declarações do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), que comparou os níveis de violência do estado com os da Europa. As declarações foram feitas após uma viagem do governador ao continente.

Críticas a declaração do Governador

Durante uma coletiva nesta segunda-feira (20), ACM Neto questionou as afirmações de Jerônimo Rodrigues, desafiando-o a apresentar dados que sustentem suas comparações.

“Em que país da Europa, governador, existem 5 mil assassinatos todo ano? Qual é o país europeu onde 15 pessoas morrem todo dia vítimas de homicídios?”, indagou Neto, destacando a disparidade entre os cenários de violência.

Estatísticas de violência

O líder do União Brasil também criticou a gestão de longo prazo do PT na Bahia, citando que mais de 100 mil pessoas foram vítimas de homicídios durante os 18 anos de governo petista no estado. Ele comparou esses números com os de países europeus, especialmente a Bélgica, onde a taxa de homicídios é significativamente menor.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Comparação com a Bélgica

ACM Neto apontou que, enquanto a Bélgica tem uma taxa de mortalidade violenta de uma pessoa a cada 100 mil habitantes, a Bahia possui uma taxa 34 vezes maior.

“Porque, infelizmente, já pelo quinto ano consecutivo, a Bahia ocupa o primeiro lugar de todo o Brasil em número de vítimas de mortes violentas”, afirmou.

Sugestões para melhorias em Segurança Pública

O ex-prefeito de Salvador sugeriu que o governador busque inspiração em políticas de segurança pública bem-sucedidas na Europa em suas futuras viagens. Ele criticou a abordagem do governador ao atribuir os problemas de segurança à escala global, sugerindo que soluções efetivas podem ser encontradas através de exemplos internacionais que possam ser adaptados à realidade baiana.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares