Dreams
sábado, 20 julho 2024
spot_imgspot_img

MEC busca rápida aprovação no Senado para reforma do novo ensino médio

Governo pressiona por agilidade no Senado para implementar mudanças no ensino médio, enfrentando desafios de tempo para estados.

MEC prioriza celeridade no Senado para novo ensino médio

O Ministério da Educação (MEC) expressa a intenção de agilizar a aprovação no Senado da reforma do novo ensino médio, sem buscar novas alterações no texto aprovado pela Câmara. O governo Lula (PT) deseja evitar que o texto retorne à Câmara, focando na implementação prevista para iniciar em 2025.

Posição do governo sobre o texto

A equipe do MEC considera que as modificações feitas pelos deputados atendem às principais preocupações do governo. Itens como a obrigatoriedade do ensino de espanhol e a questão dos professores com notório saber não serão pontos de insistência do governo.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Desafios de implementação

Tanto o MEC quanto os secretários de Educação dos estados reconhecem a corrida contra o tempo para a implementação das mudanças. O Consed, representando os secretários de educação dos estados, aguarda o texto final para iniciar os preparativos necessários para a nova estrutura chegar aos alunos.

Trâmite acelerado no Senado

A senadora Professora Dorinha (União-TO), relatora no Senado, planeja acelerar a tramitação do texto. Reuniões com entidades e o MEC serão realizadas para discutir possíveis ajustes, buscando alinhamento com a Câmara.

Legado das administrações e desafios educacionais

Os desafios do ensino médio, incluindo a formação de professores e o fortalecimento do ensino alinhado aos interesses dos jovens, estarão no centro das discussões. A senadora Dorinha enfatiza a importância de abordar essas questões para melhorar a educação.

Revisão do modelo de ensino médio

Em resposta às críticas ao modelo implementado em 2017, o governo Lula iniciou um processo de revisão para melhorar a estrutura educacional. As mudanças propostas visam ampliar o currículo comum e ajustar a oferta de itinerários formativos.

Impacto nas avaliações educacionais

O MEC terá que adaptar avaliações como o Saeb e o Enem às novas diretrizes do ensino médio. A mudança no Enem está prevista para 2027, alinhando o exame com a conclusão dos alunos que começarem o novo modelo em 2025.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares