Dreams
sábado, 25 maio 2024
spot_imgspot_img

INSS efetua pagamentos de R$ 193 milhões a beneficiários já falecidos, aponta CGU

Controladoria Geral da União revela que o INSS pagou milhões em benefícios a 17 mil pessoas falecidas entre 2019 e 2023, destacando falhas no sistema de controle.

CGU detecta pagamentos indevidos do INSS a beneficiários falecidos

A Controladoria Geral da União (CGU) descobriu que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) realizou pagamentos indevidos totalizando R$ 193 milhões a 17,7 mil beneficiários já falecidos entre janeiro de 2019 e junho de 2023.

Detalhes da auditoria

A auditoria revelou que a maior parte desses pagamentos continuou ocorrendo até três meses após o registro dos óbitos no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (Sirc) e no Sistema de Controle de Óbitos (Sisob). Durante o mês de junho de 2023, o INSS ainda fez pagamentos no valor de R$ 5,5 milhões a 2.950 beneficiários já falecidos.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Análise dos dados

Os dados foram obtidos pelo cruzamento das informações da chamada Maciça do INSS, que é a atualização periódica na folha de pagamento do instituto, com os registros do Sisob e do Sirc. “Identificaram-se 17.738 beneficiários na Maciça cujo CPF do titular consta nessas bases como falecido, envolvendo 18.747 benefícios que totalizam R$ 193.136.813,11 em pagamentos pós-óbito”, informa o relatório da CGU.

Tendências e causas dos pagamentos indevidos

O relatório da CGU aponta um crescimento no volume de pagamentos a beneficiários mortos de 2019 a 2022, com uma queda observada em 2023. As causas identificadas para os pagamentos indevidos incluem falhas na rotina automatizada de tratamento de óbitos e problemas no sistema Dataprev.

Recomendações da CGU

A CGU enfatizou a importância de utilizar outras fontes de informação, como a base do CadSUS, para complementar os dados e evitar esse tipo de erro, especialmente nos casos em que há um longo intervalo entre o registro do óbito em cartório e no Sirc.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares