Dreams
terça-feira, 23 julho 2024
spot_imgspot_img

Emprego com carteira assinada no Brasil atinge recorde histórico, revela IBGE

O número de brasileiros empregados com carteira assinada alcançou o maior nível já registrado, marcando um momento significativo para o mercado de trabalho do país.

Brasil registra recorde de empregos com carteira assinada

Marca histórica no mercado de trabalho

O mercado de trabalho brasileiro atingiu um novo marco, com 37,995 milhões de pessoas empregadas com carteira assinada no setor privado no trimestre encerrado em fevereiro deste ano, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do IBGE. Este número representa o maior valor desde o início da série histórica em 2012.

Estabilidade precedida por crescimento

O aumento de 0,7% em relação ao trimestre anterior indica uma estabilidade no mercado de trabalho, destacando uma tendência positiva de crescimento contínuo de empregos formais.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Crescimento anual no emprego formal

Comparado ao mesmo período do ano anterior, o setor privado viu um aumento de 3,2% no número de trabalhadores com carteira assinada, equivalente a mais 1,2 milhão de empregos formais criados.

A informalidade no mercado de trabalho

O estudo do IBGE também apontou para uma queda na informalidade, com 38,8 milhões de trabalhadores informais registrados, uma redução significativa que indica um fortalecimento do emprego formal no país.

Desafios e oportunidades na ocupação

Apesar do crescimento no emprego formal, alguns setores como a agricultura e a administração pública apresentaram quedas, enquanto transporte, armazenagem e correio registraram alta, mostrando a dinâmica e os desafios do mercado de trabalho.

Taxa de desemprego e subutilização

A taxa de desemprego observada foi de 7,8%, um aumento leve que segue o padrão sazonal do início do ano, enquanto a taxa de subutilização diminuiu, refletindo uma melhoria na utilização da força de trabalho.

Impacto no rendimento e na economia

O rendimento real habitual dos trabalhadores e a massa de rendimento real habitual atingiram novos recordes, evidenciando não só um aumento na quantidade de empregos, mas também uma melhoria na qualidade e no poder aquisitivo dos trabalhadores.

Um olhar otimista para o futuro do trabalho no Brasil

Os recordes recentes em emprego com carteira assinada e a redução na informalidade sinalizam um momento positivo para o mercado de trabalho brasileiro. Esses avanços são fundamentais para a estabilidade econômica e social do país, abrindo caminho para um futuro ainda mais promissor no emprego formal.

COMPARTILHE ESTE POST:

Marina Carvalho
Marina Carvalho
Jornalista dinâmica especializada em multimídia e narrativa digital, com 10 anos de carreira. Liderou projetos de jornalismo móvel, trazendo inovação e interatividade para a cobertura de notícias.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares