Dreams
quinta-feira, 18 julho 2024
spot_imgspot_img

Presos pai e filho suspeitos de vender dados do presidente do STF, Luís Roberto Barroso

Pai e filho foram presos pela PF na Operação I-Fraude por suspeita de vender dados de autoridades, incluindo o presidente do STF, Luís Roberto Barroso. Saiba mais sobre a investigação de invasões de sistemas federais e vazamento de informações.

Prisão de Pai e Filho na Operação I-Fraude

A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente um pai e seu filho na Operação I-Fraude, que tem como foco a investigação de invasões de sistemas federais e o vazamento de dados de autoridades e figuras públicas. A operação, que começou a ser executada nesta quarta-feira (31), teve como um dos alvos o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

Detalhes da Prisão

Os dois suspeitos foram encontrados e presos na casa deles, localizada em Vinhedo, na região de Campinas, estado de São Paulo. A ação policial também envolveu o cumprimento de mandados de busca e apreensão no local. A prisão preventiva da dupla foi confirmada pela Justiça Federal de Campinas durante audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (1).

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Vazamento de Dados e Venda de Informações

De acordo com informações apuradas pela GloboNews, a investigação da PF aponta que dados pessoais de autoridades, incluindo o presidente do STF, foram vazados em uma rede social por meio da ação criminosa. A organização criminosa envolvida na operação hackeava sistemas federais, roubava informações e, posteriormente, as vendia em redes sociais.

Clientes da Organização Criminosa

Além do presidente do STF, a polícia suspeita que membros de facções criminosas e integrantes das forças de segurança, incluindo policiais, estavam entre os “clientes” da organização criminosa. A estimativa é que o grupo tenha lucrado, pelo menos, R$ 10 milhões com o esquema criminoso ao longo do período de 2010 a 2024. Como resultado das investigações, cerca de R$ 4 milhões das contas dos investigados foram bloqueados.

Operação I-Fraude

A operação I-Fraude foi deflagrada em cinco estados do Brasil com base nas informações coletadas na quarta-feira (31). A PF solicitou a prisão de três suspeitos, incluindo pai e filho de Vinhedo, e a Justiça Federal autorizou a execução dos mandados nesta quinta-feira (1). A investigação segue em andamento com o objetivo de esclarecer detalhes adicionais sobre as invasões de sistemas e vazamento de dados.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares