Dreams
terça-feira, 23 julho 2024
spot_imgspot_img

Lideranças políticas relutam em apoiar ato de Bolsonaro na Paulista

A convocação de Bolsonaro para um ato na Paulista vê pouca adesão de aliados, com apenas três confirmações entre as principais lideranças políticas.

Aliados hesitam sobre Ato de Bolsonaro na Avenida Paulista

O chamado do ex-presidente Jair Bolsonaro para um ato em sua defesa na avenida Paulista, São Paulo, no dia 25 de fevereiro, não teve a adesão esperada entre seus principais aliados de 2022. Das 20 lideranças contatadas, apenas três confirmaram participação, enquanto quatro já negaram e os demais se mantêm em silêncio ou indecisos.

Resposta Fria dos Aliados

A convocação de Bolsonaro ocorre em um momento delicado, com investigações da Polícia Federal sobre suposta tentativa de golpe. O ex-presidente busca um ato de apoio ao “Estado democrático de Direito”, pedindo que seus seguidores evitem mensagens contra adversários.

Fique ligado! Participe do nosso canal do WhatsApp! Quero Participar

Tarcísio de Freitas Confirma Presença

  • O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, é uma das poucas lideranças que confirmaram apoio ao ato. Ele declarou à CNN Brasil sua intenção de participar, reforçando seu histórico de apoio a Bolsonaro, mesmo em meio a controvérsias.

Consequências Legais para Bolsonaro

Se condenado nas investigações em curso, Bolsonaro pode enfrentar até 23 anos de prisão e uma inelegibilidade de mais de 30 anos. Atualmente, ele já está inelegível até 2030 devido a condenações anteriores pelo TSE relacionadas ao sistema eleitoral, além de estar sob investigação do STF em diferentes casos.

COMPARTILHE ESTE POST:

Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo
Gabriel Figueiredo, jornalista baiano, nascido em Feira de Santana, com mais de 15 anos de experiência, é referência em notícias locais e inovação do Minha Bahia.
MAIS NOTÍCIAS

Mais populares